Cabanas de Tavira

UMA ALDEIA PISCATÓRIA À BEIRA DA RIA FORMOSA

Durante muito tempo, Cabanas de Tavira foi uma localidade com ocupação sazonal. Com efeito, começou por ser um porto de pesca do atum, onde se criaram cabanas de apoio. Naturalmente, vem daí o nome. Hoje em dia, é um destino de férias de verão, com pequenos barcos a transpor a ria para levar turistas até ao mar.

TUDO COMEÇOU COM A PESCA DO ATUM

Até meados do século XVIII, não existia neste local qualquer aglomerado populacional. De facto, esta zona ribeirinha começou a ser utilizada por pescadores, para guardar os seus utensílios de trabalho. Com efeito, daqui partiam para a pesca do atum, uma atividade de sustento.

Deste modo, em 1734 surgiram as primeiras cabanas de trabalho dos pescadores. Por essa razão, tinham ocupação sazonal, Contudo, cerca de vinte anos mais tarde, surgiram as primeiras residências.

Assim sendo, não é de estranhar que o nome da localidade seja Cabanas de Tavira.

DA PESCA AO TURISMO

Ainda hoje, Cabanas de Tavira mantém uma forte atividade piscatória. Com efeito, o seu cais continua ativo e, na ria, vemos os barcos que andam na faina.

A par disso, durante o verão esta localidade acolhe muitos turistas. De facto, se no inverno conta com cerca de um milhar de habitantes, no verão é muito mais concorrida. Em consequência, a oferta de alojamento tem vindo a aumentar.

Ainda assim, Cabanas de Tavira mantém a sua essência. Ou seja, não se deixou transformar pelo turismo.

Deste modo, se escolher passar férias aqui, prepare-se para entrar no espírito da comunidade. As casas baixas, os habitantes antigos, as lojas e restaurantes familiares.  Naturalmente, no verão há espaços com música ao vivo, e animação para turistas. Mas não passa disso. Fora da época alta, tudo regressa ao sossego.

Ao longo da ria, há um passadiço de madeira que convida a passeios depois de jantar. Inevitavelmente, esta via é a Avenida Formosa. Sensivelmente a meio, encontramos o pequeno cais onde podemos apanhar uma barcaça para a zona de mar. Não é longe, e os mais afoitos até poderiam ir a nado. Ainda assim, de barco é mais fácil, e não é caro. Quanto aos bilhetes, em 2021 custavam 1,50 euros. Contudo, para ir todos os dias, o melhor é comprar uma caderneta. Sempre fica um pouco mais barato.

pub

AINDA NÃO FEZ AS SUAS RESERVAS?

Booking.com

PRECISA DE PASSAGEM AÉREA?

pub

7 KM DE PRAIA EM CABANAS DE TAVIRA

Efetivamente, em Cabanas de Tavira, não vemos ninguém tomar banho da ria. De facto, a ria está sobretudo ocupada por barcos de pesca e de lazer. A par disso, a água é um pouco turva, misturada com lodo e vegetação.

Por outro lado, logo em frente temos uma praia maravilhosa, banhada pelo mar. A bonita praia de Cabanas de Tavira.

Assim sendo, chegamos lá numa das pequenas barcaças a motor que fazem a ligação. Do outro lado, temos um curto passadiço até à praia, que tem bandeira azul desde 1989.

Mesmo na época alta, a praia de Cabanas mantém alguma tranquilidade, em ambiente familiar. Assim, dispõe de toldos para quem os quiser alugar, e alguns equipamentos de apoio. Nomeadamente, um bar. De resto, há apenas mar e sossego, num areal com sete quilómetros.

Por fim, para regressar, não se distraia. Afinal, a única forma de regressar é nos pequenos barcos, que têm um horário limite. Informe-se para não ter surpresas, e aproveite bem o seu dia de praia.

AINDA NÃO FEZ AS SUAS RESERVAS?

Booking.com